Entre em contato

|

Siga-nos nas redes sociais

Fechamento de Diastemas com Resinas Compostas

Os diastemas dentários são aberturas ou espaços entre dois dentes adjacentes no mesmo arco dentário. Muitos pacientes se incomodam esteticamente com esses espaços e buscam um cirurgião dentista para solucionar este tipo de situação clínica. Diferentes técnicas podem ser utilizadas para o fechamento de diastemas, como, o tratamento ortodôntico, ou o tratamento restaurador utilizando cerâmica odontológica ou resinas compostas. Em casos menos extensos, como diastemas unitários, a técnica restauradora com resinas compostas pode ser considerada uma opção viável.

O atual estágio dos sistemas adesivos diretos permite excelente desempenho clínico, além de apresentar ótimas propriedades ópticas, podendo reproduzir não só a cor, mas também a translucidez, textura e brilho da dentição natural. Assim, o domínio dos materiais é fundamental, no entanto, a técnica também deve ser treinada para obter o sucesso do tratamento. O objetivo deste trabalho é relatar, por meio de um caso clínico, a técnica de tratamento restaurador direto para o fechamento de diastema.

Descrição 

do Caso

Paciente de 26 anos, gênero masculino, procurou atendimento para restauração nos dentes anteriores onde apresenta diastema apenas entre os dentes 21, 22 e 23. Radiograficamente, constatou-se normalidade das estruturas de suporte e pulpar. Considerando a possibilidade de reversibilidade do procedimento, tempo, e custo, optou-se pela restauração dos dentes empregando o sistema restaurador adesivo direto com resina Aura (SDI). 

Discussão

Os atuais sistemas restauradores adesivos diretos apresentam inúmeras vantagens, como boa durabilidade, baixo custo, e rapidez de execução. Os resultados mecânicos e estéticos também têm sido amplamente relatados na literatura especializada. Conforme demonstrado no caso relatado, o fechamento de diástemas com resinas compostas pode ser considerado reversível. A idade do paciente deve ser considerada na decisão do plano de tratamento (restaurações diretas ou indiretas) para o fechamento de diástemas, possibilitando abordagens futuras sem prejuízo da resistência da estrutura dentária remanescente.

A etapa de acabamento e polimento não deve ser negligenciada, favorecendo a longevidade das restaurações, com menor perda de brilho e menor aumento da rugosidade superficial ao longo do tempo. Da mesma forma, a orientação ao paciente, cuidados e retornos periódicos para avaliação do trabalho são fundamentais. 

Conclusão

O fechamento de diastemas utilizando as resinas compostas é um tratamento reversível, conservador e com excelente resultado estético. 

autoria
do caso

Leonardo Fernandes da Cunha
Ubiracy Gaião

Produto
em Destaque

stae
Artboard 1

CASOS CLÍNICOS
RELACIONADOS

Uso Do Diamino Fluoreto De Prata Riva Star Aqua 38% No Tratamento Da Lesão De Carie

Leia Mais >>

Clareamento Dental e Substituição de Restaurações para Melhorar a Estética do Sorriso

Leia Mais >>

Clareamento de Dentes Vitais Com Peróxido de Hidrogênio de Alta e Baixa Concentração: Relato de Caso Clínico

Leia Mais >>

Reanatomização Estética Anterior Com Resina Composta

Leia Mais >>

Clareamento de consultório resultado de excelência em apenas 2 sessões

Leia Mais >>

Restaurações posteriores com sistema Zipbond e Aura Bulk Fill

Leia Mais >>